#FiqueEmCasa
Cemig proibida de cortar energia de inadimplentes
Decisão da Aneel é para todas as concessionárias de energia
25/03/2020 16h20

As distribuidoras de energia elétrica de todo país estão proibidas de cortar a luz de consumidores inadimplentes pelos próximos três meses. A decisão foi publicada nesta terça-feira, 24.03, pela Aneel, Agencia Nacional de Energia Elétrica, reguladora do setor. Como explica o deputado Weliton Prado (Pros), a medida garante a continuidade do serviço de distribuição, mas também pretende proteger consumidores e funcionários das concessionárias em meio ao cenário de pandemia do novo coronavírus.

“Cobrei muito essa decisão necessária, junto com o deputado Elismar Prado, pela defesa das famílias e trabalhadores nesse período de pandemia. Energia é um bem essencial para quem trabalha em casa, para as atividades que seguem funcionando e para garantir bem estar e saúde. É um momento delicado para muitos trabalhadores também que terão sua renda atingida”, aponta Prado, que é defensor do preço justo das contas e o único deputado federal a sempre estar presente nas reuniões de reajuste das tarifas da Cemig.

A suspensão do fornecimento por inadimplência vale para todas as residências, urbanas ou rurais, e também locais onde funcionam serviços e atividades consideradas essenciais, como hospitais, unidades de saúde e centrais de captação e tratamento de esgoto e de lixo. A proibição de corte de energia não impede medidas de cobranças de débitos vencidos, inclusive a negativação dos inadimplentes em cadastros de crédito.

Comentários

Carregando notícias...
Deputado WELITON PRADO - Todos os direitos reservados © 2016