PL 88/2011
Comissão aprova projeto do Dep Weliton Prado que inclui 14 cidades mineiras na área da SUDENE
Os municípios aprovados na proposta são Augusto de Lima, Buenópolis, Corinto, Curvelo, Felixlândia, Joaquim Felício, Lassance, Monjolos, Morro da Garça, Presidente Juscelino, Santo Hipólito, Inimutaba, Três Marias e Riachinho 
01/06/2016 15h46

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou nesta manhã (01.06), por unanimidade, o Projeto de Lei 88/2011, do deputado federal Weliton Prado, que inclui os municípios de Augusto de Lima, Buenópolis, Corinto, Curvelo, Felixlândia, Joaquim Felício, Lassance, Monjolos, Morro da Garça, Presidente Juscelino, Santo Hipólito, Inimutaba, Três Marias e Riachinho na região de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste – SUDENE.  A proposta considera a microrregião do médio Rio das Velhas e parte da microrregião de Curvelo como características próximas para serem contempladas pelos programas da SUDENE, que substituiu a ADENE em 2007, e trabalha com planejamento e desenvolvimento regional.

“São 14 municípios que, além a proximidade com o Nordeste, apresentam dados sócios e econômicos muito semelhantes com o Nordeste. Minas Gerais tem um IDHM que representa todas as desigualdades no país e essas cidades possuem índices de desenvolvimento alarmantes. É preciso um plano especial de desenvolvimento que respeite essas características próprias”, explica Prado, autor da matéria. O projeto segue agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

“A maioria dos municípios incluídos no projeto apresenta IDHM menor que 0,69 e apenas quatro municípios têm IDH superior a 0,72. Minas Gerais possui realmente vários bolsões de miséria, em áreas onde a pobreza e problemas socioeconômicos indicam a necessidade de incentivos para o desenvolvimento. Dessa forma, a inclusão desses municípios na área de atuação da Sudene permitirá à região central mineira usufruir da experiência e estrutura institucional e técnica dessa Superintendência para a identificação de suas potencialidades de desenvolvimento e para que possa utilizar-se de todos os instrumentos fiscais e de créditos já disponíveis”, justificou o deputado federal Wilson Filho, relator na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia.

Comentários

Carregando notícias...
Deputado WELITON PRADO - Todos os direitos reservados © 2016