Trabalho pela Vida
Luta pela Vida
WELITON PRADO GARANTE RECURSOS PARA OBRAS DE AMPLIAÇÃO DO HOSPITAL DO CÂNCER
Construção do centro cirúrgico vai permitir dobrar o número de cirurgias oncológicas realizadas no hospital, ampliando o atendimento, modernizando os procedimentos e tornado a unidade referência para o país
Foto: Mandato - Hospital do Câncer/G1
28/08/2018 08h41

O deputado federal Weliton Prado (PROS) tem se dedicado a garantir recursos para a área da saúde, especialmente investimentos que assegurem a ampliação do atendimento de pacientes em tratamento contra o câncer. Em 2016, o parlamentar priorizou 100% do valor de R$ 15,3 milhões das emendas individuais e impositivas ao Orçamento da União para a área. Os recursos foram direcionados para a ampliação do Hospital do Câncer, com sede em Uberlândia, e que atende pacientes de 80 cidades da região, além da aquisição do acelerador linear usado na radioterapia. As obras devem ser concluídas até dezembro de 2018. Os recursos estão com mais de 90% do valor total pago, já que a liberação é feita de acordo com a medição da obra. Dos R$ 15,3 milhões, foram empenhados após o contingenciamento do governo federal, R$ 13.626.722,00

Em publicação do portal de notícias G1, o presidente do ‘Grupo Luta pela Vida’, Renato Pereira, explicou que "o avanço nas obras foi possível em virtude de recursos viabilizados pelo deputado federal Weliton Prado por meio de emenda parlamentar na ordem de R$ 5,6 milhões. Outra parte da verba (R$ 6 milhões) foi destinada à compra do acelerador. De acordo com o cancerologista do hospital, Rogério Araújo, desde que o Hospital do Câncer foi inaugurado, há 17 anos, o tratamento do paciente ficava fragilizado porque a estrutura não tinha condições de atender os casos cirúrgicos. O especialista disse, ainda, que o novo espaço vai colocar a unidade hospitalar de igual para igual com vários hospitais brasileiros em tratamento de qualidade". 

As obras no prédio contemplam a construção do centro cirúrgico com 5 salas de cirurgia no 4º piso para tratar diferentes tumores; o centro de transplante de medula óssea, no piso inferior, que terá a capacidade de realizar 100 transplantes por ano; e a construção de uma sala especial para comportar o novo acelerador linear. As intervenções vão aumentar o atendimento da população na unidade, que hoje recebe 7 mil pacientes. A expectativa é de suprir a demanda na regiãopor procedimentos cirúrgicos oncológicos de 1,6 mil ao ano, que tem uma fila de espera de seis meses em média. 

Comentários

Carregando notícias...
Deputado WELITON PRADO - Todos os direitos reservados © 2016